SANTIDADE: SÃO FRANCISCO DE SALES


SÃO FRANCISCO DE SALLES

EVANGELHO – Mc 3, 31-35

Naquele tempo, chegaram a mãe de Jesus e seus irmãos. Eles ficaram do lado de fora e mandaram chamá-lo. Havia uma multidão sentada ao redor dele. Então lhe disseram: “Tua mãe e teus irmãos estão lá fora à tua procura”. Ele respondeu: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?” E olhando para os que estavam sentados ao seu redor, disse: “Aqui estão minha mãe e meus irmãos. Quem faz a vontade de Deus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.
– Palavra da Salvação
– Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus:
O Evangelho de hoje foi comentado um tempo atrás e ressaltamos a importância de fazer a vontade de Deus. Que quem a faz, pertence à família de Deus. O link deste comentário está no final do texto da homilia.

Hoje gostaria de comentar duas coisas: primeira: Como nos comentários que tenho feito ao Evangelho eu tenho associado sempre um verbete ou uma tag, vocês podem procurar um tema concreto para refletir de acordo com estes verbetes. Onde estão estes verbetes? Na parte superior esquerda do site https://homilias.fecomvirtudes.com.br/ onde está escrito “Ver lista de temas”. Assim, por exemplo, se vocês querem consultar o verbete “alegria”, vocês clicam no “Ver lista de temas” e procuram a palavra alegria e aí aparecerão todos os comentários do Evangelho que abordam este tema. Nessa busca, vocês também podem procurar, por exemplo, o verbete “Evangelho Mateus” e aí vocês encontrarão todos os comentários que já fiz a este Evangelho. Assim vocês têm uma fonte de estudo e de reflexão bem interessante para o enriquecimento espiritual.

A segunda coisa que gostaria de comentar é sobre a vida de São Francisco de Sales, cuja festa comemoramos hoje, que foi um dos grandes santos da Igreja.

Ele nasceu no dia 21 de agosto de 1567, no castelo de Sales, próximo ao castelo de Thorens, no Ducado da Saboia.

‍Vocação: Francisco foi o primogênito de 12 irmãos. Nasceu prematuro, e por isso, mas tarde, dirá que nasceu “antes do tempo, porque tinha muita pressa para começar a amar e a louvar a Deus”. Aos seis anos foi encaminhado para os estudos, pois seu pai tinha planos de torná-lo um grande senhor, nos moldes de então, para enriquecer a família. Feitos os estudos elementares na sua terra, foi para Paris, em 1578, onde estudou no Colégio Clermont, dos Jesuítas, até 1588. Foram dez anos de uma sólida formação cristã e humana, pois o colégio transmitia os valores do Renascimento e do humanismo. Aos 18 anos, teve uma crise espiritual, a famosa crise da condenação. Achava-se condenado ao inferno. Lutou muito, por várias semanas, até que, diante de uma imagem de Nossa Senhora, rezando a oração de São Bernardo, ficou curado.

Formou-se em Direito Civil e Eclesiástico em 1591. Recebeu o título de Senador e de Advogado do Parlamento de Saboia, que estava em Chambéry. Mas seu desejo era tornar-se padre, servir a Igreja. Sofreu muito porque não queria contrariar seu pai, que lhe tinha proporcionado tantos estudos. Diz um escritor, Papasogli, que “na história, foi uma das vocações em que houve um combate muito grande, não só externamente, mas, sobretudo, no íntimo da sua pessoa”.

Missionário: O Duque da Saboia pediu ao bispo de Genebra que enviasse missionários para uma região do seu ducado próximo ao lago de Genebra, que tinha se tornado calvinista. Como essa missão era muito difícil, pois corria-se perigo de vida, ninguém aceitou. O bispo recorreu a Francisco, que, com o seu primo, Cônego Luís de Sales, foi para lá. Durante quase três anos heroicos, Francisco conseguiu evangelizar todo o território, convertendo aproximadamente 25 mil pessoas. No final dessa missão, foi indicado para ser o sucessor do bispo de Genebra. Relutou em aceitar. Porém em setembro de 1597, tornou-se bispo-coadjutor, com direito de sucessão para o bispado de Genebra.

Catequista, escritor e diretor espiritual: Francisco assumiu o bispado em 1602. Desde o início, preocupou-se com a reforma do clero da sua diocese e com a reforma dos religiosos. Aplicou na diocese as reformas do Concílio de Trento. Foi um exímio catequista, fez as visitas pastorais na diocese (cerca de 400 paróquias). Fundou, em 1610, com a baronesa Santa Joana Francisca de Chantal, uma nova forma de vida religiosa, que misturava a oração e a ação.

Francisco foi também um grande escritor e diretor espiritual. Destacamos entre as suas obras a Introdução à Vida Devota (Filoteia) e o Tratado do Amor de Deus (Teótimo). Além disso, chegaram até nós mais de 2 mil cartas escritas a diversas pessoas.

Francisco morreu em Lyon, em 28 de dezembro de 1622, e foi enterrado em Annecy, em 24 de janeiro de 1623. Foi proclamado Bem-aventurado em 28 de dezembro de 1661 pelo Papa Alexandre VII, que o declarou santo em 19 de abril de 1665. Em 1877, foi proclamado Doutor da Igreja e, mais tarde, o Papa Pio XI o proclamou, em 25 de janeiro de 1933, “celeste patrono de todos os escritores católicos”.

Seguem algumas frases de São Francisco de Sales e um link onde vocês podem encontrar muitas outras:

“A medida de amar a Deus é amá-lo sem medida”.

“Não espere as mudanças e eventualidades desta vida com medo; antes, encare-as com a firme esperança de que, ao surgirem, Deus, de quem você é filho, o livrará delas.”

“Confie nEle e Ele continuará conduzindo você seguramente através de tudo. Onde você não puder caminhar, Ele o carregará nos braços”.

“Não se preocupe com o que pode acontecer amanhã; o mesmo Pai eterno que cuida de você hoje, se encarrega de você amanhã e todos os dias. Ou Ele protegerá você do sofrimento, ou lhe dará a força infalível para suportá-lo”.

“Esteja em paz, pois, e afaste todos os pensamentos de angústia”.

Lição: que a vida de São Francisco de Sales seja uma inspiração para a nossa.

Outro comentário do Evangelho de hoje:
https://homilias.fecomvirtudes.com.br/aiovg_videos/vontade-de-deus-quem-a-faz-e-seu-irmao-sua-irma/

Frases de São Francisco de Sales:
https://www.salesianasvocacional.com.br/copia-mensagens-dom-bosco

SANTIDADE: SÃO FRANCISCO DE SALES

You may also like

CARIDADE (16): COMBATER O EGOÍSMO (2)
EVANGELHO - Mc 8, 14-21 Naquele tempo: Os discípulos tinham se ...
JESUS CRISTO (12): O AMOR POR ELE (1)
EVANGELHO Mc 8, 11-13 Naquele tempo: Os fariseus vieram e começaram a ...
PECADOS: PEDIR A CURA DELES MUITAS VEZES E COM TODA SIMPLICIDADE
EVANGELHO - Mc 1, 40-45 Naquele tempo: Um leproso chegou perto de ...
BÍBLIA (17): REI SAUL
EVANGELHO - Mc 8, 1-10 Naqueles dias, havia de novo uma grande ...
VIRTUDES HUMANAS (11): PACIÊNCIA (1)
EVANGELHO - Mc 7, 31-37 Naquele tempo: Jesus saiu de novo da região de ...
PLANO DA SANTIDADE (10): SANTA MISSA (2)
EVANGELHO - Mc 7, 24-30 Naquele tempo: Jesus saiu dali e foi para a ...
DOUTRINA (11): PECADO ORIGINAL (2)
EVANGELHO - Mc 7, 14-23 Naquele tempo: Jesus chamou a multidão para ...
FARISEUS: QUEM ERAM
EVANGELHO - Mc 7, 1-13 Naquele tempo: Os fariseus e alguns mestres da ...
JESUS CRISTO (11): É O PRÓPRIO DEUS (2)
EVANGELHO - Mc 6, 53-56 Naquele tempo: Tendo Jesus e seus discípulos ...
BÍBLIA (16): JUÍZES
EVANGELHO - Mc 6, 30-34 Naquele tempo: Os apóstolos reuniram-se com ...

Page 1 of 9

Rolar para o topo