TRAIÇÃO DE JUDAS E DE SIMÃO PEDRO: LIÇÕES QUE PODEMOS TIRAR

EVANGELHO – Jo 13, 21-33.36-38

Naquele tempo: Estando à mesa com seus discípulos, Jesus ficou profundamente comovido e testemunhou: “Em verdade, em verdade vos digo, um de vós me entregará”. Desconcertados, os discípulos olhavam uns para os outros, pois não sabiam de quem Jesus estava falando. Um deles, a quem Jesus amava, estava recostado ao lado de Jesus. Simão Pedro fez-lhe um sinal para que ele procurasse saber de quem Jesus estava falando. Então, o discípulo, reclinando-se sobre o peito de Jesus, perguntou-lhe: “Senhor, quem é?” Jesus respondeu: “É aquele a quem eu der o pedaço de pão passado no molho”. Então Jesus molhou um pedaço de pão e deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes. Depois do pedaço de pão, Satanás entrou em Judas. Então Jesus lhe disse: “O que tens a fazer, executa-o depressa”. Nenhum dos presentes compreendeu por que Jesus lhe disse isso. Como Judas guardava a bolsa, alguns pensavam que Jesus lhe queria dizer: “Compra o que precisamos para a festa”, ou que desse alguma coisa aos pobres. Depois de receber o pedaço de pão, Judas saiu imediatamente. Era noite. Depois que Judas saiu, disse Jesus: “Agora foi glorificado o Filho do Homem, e Deus foi glorificado nele. Se Deus foi glorificado nele, também Deus o glorificará em si mesmo, e o glorificará logo.
Filhinhos, por pouco tempo estou ainda convosco. Vós me procurareis, e agora vos digo, como eu disse também aos judeus: “Para onde eu vou, vós não podeis ir”.
Simão Pedro perguntou: “Senhor, para onde vais?” Jesus respondeu-lhe: “Para onde eu vou, tu não me podes seguir agora, mas me seguirás mais tarde”.
Pedro disse: “Senhor, por que não posso seguir-te agora? Eu darei a minha vida por ti”! Respondeu Jesus: “Darás a tua vida por mim? Em verdade, em verdade te digo: o galo não cantará antes que me tenhas negado três vezes”.
– Palavra da Salvação
– Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus:
Como comentei outro dia, de segunda até quarta-feira desta semana Nosso Senhor irá passar o dia em Jerusalém dentro Templo fazendo suas últimas pregações. O Evangelho de hoje não corresponde, então, com o que aconteceu com Jesus na terça-feira santa, pois narra alguns diálogos de Cristo ocorridos na Última Ceia que será na quinta-feira.

De modo concreto, o Evangelho de hoje, narra dois fatos importantes: a profecia da traição de Judas e a profecia da traição de Simão Pedro. “Senhor, eu darei a minha vida por ti”, disse São Pedro! Respondeu Jesus: “Darás a tua vida por mim? Em verdade, em verdade te digo: o galo não cantará antes que me tenhas negado três vezes”.

De fato, nesta noite, ocorrerão duas traições. Porém, uma será completamente diferente da outra.

Vamos colocar o foco em Simão Pedro. Uma vez que Jesus diz que alguém iria trai-lo, Pedro fica perplexo e não entende como isso pode acontecer. Pedro deseja ser fiel até a morte, não quer que o seu mestre seja entregue a seus inimigos para ser morto.

Pedro não estava enganando Jesus quando lhe disse que seria fiel a Ele até à morte. O problema é que estava contando apenas com as suas forças. São Pedro pensava que o seu amor a Jesus já era o suficiente bastante para enfrentar qualquer prova. Mas não era. Bastou nesta noite a acusação de uma simples empregada de que era um dos seguidores de Cristo, para fraquejar e cair feio, negando que conhecia Jesus.

Simão Pedro aprenderá nesta noite que ele sozinho é muito fraco, não consegue nada. Porém, com Jesus, tudo muda, ele se torna forte como uma rocha, corajoso como um exército em ordem de batalha. Assim como um pouco antes, quando Jesus foi preso e ele estava junto dEle, teve a coragem de desembainhar a espada e enfrentar os soldados romanos.

Santa Teresinha, referindo-se à queda de Pedro, dizia estas palavras: “Eu entendo muito bem que São Pedro tenha caído. O coitado do São Pedro confiava em si mesmo, em vez de confiar apenas na força de Deus (…). Estou certa de que se São Pedro tivesse dito humildemente a Jesus: “Dai-me a força para seguir-vos até a morte”, ele teria obtido esta força na mesma hora (…). Mas isto aconteceu para que antes de começar a governar a Igreja, que está cheia de pecadores, ele tinha de experimentar por si próprio o que uma pessoa é capaz de fazer sem a ajuda de Deus” [Santa Teresa do Menino Jesus, Últimas Conversas, 7 de agosto de 1897].

Como Simão Pedro amava profundamente a Jesus, uma vez que caiu em si depois da sua traição, voltou logo para Deus. Por outro lado, como Judas foi deixando-se dominar pelo excesso de amor por si mesmo, colocando o seu coração no dinheiro, depois da sua traição, também caiu em si, arrependeu-se do que fez, porém como estava distante de Jesus, pensou que não teria salvação e acabou se enforcando.

O que Jesus nos diz para as pessoas que de alguma maneira reproduzem a vida de Judas? Que não se desesperem, pois sua misericórdia é maior do que os nossos pecados, por maior que eles sejam. Numa ocasião Jesus disse à Maria Valtorta, que foi uma mística italiana, que o que mais lhe dói é que os seus filhos não acreditem que Ele lhes pode perdoar apesar da imensidão dos seus pecados.

Aprendamos as lições de hoje não agindo como Simão Pedro confiando apenas nas suas forças para vencer as tentações ou para solucionar os problemas da vida e não agindo como Judas desconfiando da misericórdia divina. Aprendamos também a lição de Simão Pedro procurando amar a Deus sobre todas as coisas, não afastando-nos do seu amor colocando outro ídolo no seu lugar. E aprendamos de Jesus que escolheu como cabeça da igreja um traidor fazendo-nos entender desde o começo que a sua Igreja é humana e divina, pecadora e santa, não escandalizando-nos quando vemos as falhas da Igreja, mas rezando para que os seus representantes sejam santos e para que a obra de Deus se realize.

TRAIÇÃO DE JUDAS E DE SIMÃO PEDRO: LIÇÕES QUE PODEMOS TIRAR

You may also like

PROVIDÊNCIA DIVINA (5): JESUS NUNCA CHEGA TARDE: FILHA DE JAIRO E LÁZARO
EVANGELHO - Jo 6, 16-21 Ao cair da tarde, os discípulos desceram ao ...
PROVIDÊNCIA DIVINA (4): EXEMPLO GRÁFICO DE JESUS
EVANGELHO - Jo 6, 1-15 Naquele tempo, Jesus foi para o outro lado do ...
PROVIDÊNCIA DIVINA (3): PALAVRAS DE JESUS
EVANGELHO - Jo 3, 31-36 "Aquele que vem do alto está acima de todos. O ...
PROVIDÊNCIA DIVINA (2): DEUS É PAI (2)
EVANGELHO - Jo 3, 16-21 Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho ...
PROVIDÊNCIA DIVINA (1): DEUS É PAI (1)
EVANGELHO - Jo 3, 7b-15 Naquele tempo disse Jesus a Nicodemos: Vós ...
MISERICÓRDIA DE DEUS: FESTA DA MISERICÓRDIA
EVANGELHO - Jo 20, 19-31 Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da ...
ESPERANÇA (6): NÃO TER MEDO DE PERDER OS BENS EFÊMEROS
EVANGELHO - Jo 21, 1-14 Naquele tempo: Jesus apareceu de novo aos ...
ESPERANÇA (2): LIÇÃO DE JESUS COM MARIA MADALENA
EVANGELHO - Mt 28, 8-15 Naquele tempo: As mulheres partiram depressa ...
PÁSCOA: ESPERANÇA (1): DEUS TRANSFORMA A MORTE EM VIDA
EVANGELHO - Jo 20, 1-9 No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ...
Page 1 of 16
Rolar para o topo