VIRTUDES HUMANAS (7): FORTALEZA

EVANGELHO – Lc 21, 29-33

Naquele tempo: Jesus contou-lhes uma parábola: “Olhai a figueira e todas as árvores.
Quando vedes que elas estão dando brotos, logo sabeis que o verão está perto.
Vós também, quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o Reino de Deus está perto. Em verdade, eu vos digo: tudo isso vai acontecer antes que passe esta geração. O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.
– Palavra da Salvação
– Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus:
a ponto de terminar o Tempo Comum, lemos no Evangelho da Missa esta expressão do Senhor: O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão.

As palavras de Jesus são palavras eternas, pois deram-nos a conhecer a intimidade do Pai e o caminho que devíamos seguir para chegar até Ele. Permanecerão porque foram pronunciadas por Deus para cada homem, para cada mulher que vem a este mundo. São Paulo, na sua carta aos Hebreus, começa dizendo assim: “Deus, tendo falado outrora muitas vezes e de muitos modos aos nossos pais pelos profetas, ultimamente, nestes dias, falou-nos por meio do seu Filho”. Muito bem: “estes dias” são também os nossos. Jesus Cristo continua a falar, e as suas palavras, por serem divinas, são sempre atuais.

Toda a Escritura anterior a Cristo adquire o seu sentido exato à luz da figura e da pregação do Senhor. Santo Agostinho, com uma expressão vigorosa, escreve que “a Lei estava prenhe de Cristo”. E afirma em outro lugar: “Lede os livros proféticos sem ver Cristo neles: não há nada mais insípido, mais insosso. Mas descobri Cristo neles, e isso que ledes torna-se não só saboroso, mas embriagador”. É Cristo quem descobre o profundo sentido que se contém em toda a revelação anterior.

Continuando nossa série sobre as virtudes, na semana passada falamos sobre a virtude cardeal da justiça. Hoje vamos falar sobre a virtude cardeal da fortaleza.

A virtude da fortaleza é uma das maiores virtudes humanas. Sem ela nossa bondade é apenas aparente e não efetiva. Sem ela há muitas promessas e pouca realidade.

Sem ela:
– prometemos que chegaremos na hora, mas chegamos atrasados;
– prometemos que deixaremos de exagerar na bebida, mas continuamos exagerando;
– prometemos que vamos começar a estudar todos os dias naquela hora prevista, e nossa promessa fica no vazio;
– prometemos que seremos fiéis, mas traímos;
– prometemos que iremos à missa todos os domingos, mas esse propósito nunca se cumpre;
– prometemos que não perderemos mais tempo útil ficando ao celular, e essa promessa cai no esquecimento etc.

Como vemos, a virtude da fortaleza nos é solicitada continuamente, pois é ela que nos ajuda a viver aquilo que dizia um santo, e que sabemos que deveria ser a nossa vida: “Faz o que deves e está no que fazes”. Podemos definir a virtude da fortaleza como a virtude que nos leva a fazer a vontade de Deus em cada momento da nossa vida; a fazer o bem em todo momento e a evitar o mal.

Uma pessoa responsável enxerga que viver é fazer em cada momento o que deveria estar fazendo e não outra coisa. Enxerga que há muitos inimigos que nos querem impedir de cumprir o nosso dever, como a preguiça, o egoísmo, o medo, a sensualidade, a vaidade, mas vê que precisa vencer esses inimigos para ser uma pessoa boa efetivamente. Vendo isso, entende que a virtude da fortaleza é uma grande aliada para alcançar essa meta.

Como dizia um autor espiritual, para sermos fortes, precisamos ter a cabeça forte, o coração forte e os braços fortes (cf. Rafael Llano, “A Fortaleza”). Falemos um pouquinho desses três pilares da fortaleza.

a) cabeça forte

A fortaleza começa pela cabeça. Uma pessoa sem princípios, sem valores profundamente arraigados, cederá diante da primeira tentação.

Assim, por exemplo, se uma pessoa não tem o valor da honestidade bem firme em sua cabeça, cederá facilmente diante de uma situação que a levará a ganhar mais dinheiro de modo desonesto. Por outro lado, uma pessoa de cabeça forte manter-se-á íntegra, qualquer que seja a tentação a que esteja submetida.

b) coração forte

A fortaleza passa também pelo coração. Uma pessoa de coração fraco cederá diante da primeira moça ou do primeiro rapaz que lhe der um pouco mais de atenção.

O coração forte mantém-se firme diante dos apelos do coração ou dos apelos da sensualidade. O coração forte também não é carente e consegue superar logo a perda de uma pessoa querida. Coração forte não significa coração frio, mas um coração que sabe controlar serenamente os seus sentimentos.

c) braço forte

A fortaleza alcança também os braços. Assim, a pessoa forte é aquela que sabe mover-se para cumprir o seu dever, como dissemos acima. E sabe também fugir de tudo aquilo que possa lhe fazer mal, que possa prejudicá-la. Assim, sabe fugir das ocasiões que a levem a ofender a Deus, a prejudicar a sua saúde, a fazer o mal ao próximo.

Como podemos crescer na fortaleza da cabeça? Lendo bons livros, lendo a Bíblia, convencendo-nos cada vez mais dos valores para sermos pessoas de princípios sólidos. Como podemos crescer na fortaleza do coração? Controlando mais os sentimentos, não deixando que eles nos dominem. Como podemos crescer na fortaleza dos braços? Cumprindo o pequeno dever de cada dia, sem dar desculpas, sem adiar.

Cresçamos na virtude da fortaleza e nossa vida se encherá de uma grande alegria. Vale a pena!!!

VIRTUDES HUMANAS (7): FORTALEZA

You may also like

VIRTUDES HUMANAS (17): PACIÊNCIA (7)
EVANGELHO - Mt 10, 16-23 Naquele tempo, disse Jesus aos seus ...
VIRTUDES HUMANAS (16): PACIÊNCIA (6)
EVANGELHO Mt 9, 9-13 Naquele tempo: Partindo dali, Jesus viu um homem ...
VIRTUDES HUMANAS (15): PACIÊNCIA (5)
EVANGELHO - Mt 8, 1-4 Tendo Jesus descido do monte, numerosas ...
SÃO JOÃO BATISTA: SUA VIDA
EVANGELHO - Lc 1, 57-66.80 Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, ...
VIRTUDES HUMANAS (14): PACIÊNCIA (4)
EVANGELHO - Mt 5, 27-32 Naquele tempo, disse Jesus aos seus ...
EUCARISTIA: CORPUS CHRISTI (2)
EVANGELHO - Lc 1, 39-56 Naqueles dias, Maria partiu para a região ...
VIRTUDES HUMANAS (13): PACIÊNCIA (3)
EVANGELHO - Jo 21, 15-19 Jesus manifestou-se aos seus discípulos e, ...
VIRTUDES HUMANAS (12): PACIÊNCIA (2)
EVANGELHO - Jo 16, 20-23a Naquele tempo, disse Jesus aos seus ...
OTIMISMO: SEU FUNDAMENTO NA FÉ (I)
EVANGELHO - Lc 24, 35-48 Naquele tempo, os dois discípulos contaram o ...
NOSSA SENHORA: FESTA DA ANUNCIAÇÃO
EVANGELHO - Lc 1, 26-38 Naquele tempo: O anjo Gabriel foi enviado por ...
Page 1 of 23
Rolar para o topo