PLANO DA SANTIDADE (1): A SANTIDADE É NECESSÁRIA PARA ENTRAR NO CÉU


EVANGELHO – Mt 16, 13-23

Naquele tempo: Jesus foi à região de Cesareia de Filipe e ali perguntou aos seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?” Eles responderam: “Alguns dizem que é João Batista; outros que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas”. Então Jesus lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?”
Simão Pedro respondeu: “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo”. Respondendo, Jesus lhe disse: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu. Por isso eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la.
Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”. Jesus, então, ordenou aos discípulos que não dissessem a ninguém que ele era o Messias.
Jesus começou a mostrar aos seus discípulos que devia ir à Jerusalém e sofrer muito da parte dos anciãos, dos sumos sacerdotes e dos mestres da Lei, e que devia ser morto e ressuscitar no terceiro dia. Então Pedro tomou Jesus à parte e começou a repreendê-lo, dizendo: “Deus não permita tal coisa, Senhor! Que isto nunca te aconteça!”
Jesus, porém, voltou-se para Pedro, e disse: “Vai para longe, Satanás! Tu és para mim uma pedra de tropeço, porque não pensas as coisas de Deus mas sim as coisas dos homens!”
– Palavra da Salvação
– Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus:
o Evangelho de hoje narra este momento importante em que Jesus, na cidade de Cesareia de Filipe, prestes a descer em direção a Jerusalém e ser morto na Cruz, pergunta aos apóstolos quem Ele era. Jesus sabe que apesar de todas as mostras de que é a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade, o Filho de Deus-Pai que veio à terra para nos salvar, sempre a crença na sua divindade será um ato de fé. Sim, eles estavam vendo Jesus, porém aos olhos humanos é um homem com uma sabedoria e poderes extraordinários, mas daí afirmar que é o próprio Deus, sempre será um ato de fé. Por isso, quando Simão Pedro disser que “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo”, Jesus em resposta a esta afirmação dirá: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu”, isto é, Pedro foi iluminado pela fé através do Pai e, por isso, disse estas palavras.

Esta fé nos leva a não só acreditar que Cristo é Deus, mas a acreditar nos seus ensinamentos. E um dos seus ensinamentos é que sejamos santos: “sede perfeitos como vosso Pai celestial é perfeito”. Deus quer que lutemos, por amor, para parecer-nos cada dia mais com Ele.

A busca pela santidade não é só uma resposta a este ensinamento de Cristo, mas é uma necessidade. Por quê? Porque só os santos entram no Céu. Como Deus é santíssimo, puríssimo, Ele não permite que nada impuro esteja junto dEle. Uma outra forma de entender esta realidade é pensar na felicidade. Se o Céu é o reino da felicidade infinita, não pode haver nada no Céu que impeça esta felicidade. E o que mina esta felicidade: as nossas más inclinações. Por exemplo: imaginem que uma pessoa impaciente entre no Céu. A partir deste dia já não haverá mais felicidade no Céu. Esta pessoa impaciente vai tirar a paz de todo mundo.

Ou seja, a santidade é uma necessidade. Se queremos entrar no Céu, teremos que lutar com afinco para parecer-nos cada dia mais com Cristo, para arrancar todos os nossos defeitos. E o desejo de Deus é que terminemos esta vida já preparados para ir ao Céu. Muitos morrem merecendo o Céu, mas ainda longe da santidade. Neste caso, estas pessoas terão que passar pelo Purgatório. Porém sabemos que a purificação que é feita no Purgatório é extremamente dolorosa e a dor que se experimenta lá, é testemunho unânime dos santos, é maior que a maior dor que se pode sentir aqui na terra. Ou seja, é melhor terminar esta vida santos, preparados para entrar no Céu do que deixar para o Purgatório.

Fiquei de falar agora às quintas-feiras sobre a vida de piedade, isto é, sobre esta luta para sermos santos, esta luta para amarmos cada dia mais a Deus. Quem for ao meu site, que chamo site-aplicativo, pois funciona como um aplicativo, verá um ícone que se chama “Plano da Santidade”. Deixarei abaixo do texto desta homilia no site homilias.fecomvirtudes.com.br o link para o meu site-aplicativo.

Ao abrir este ícone vocês lerão: O plano da santidade é o caminho para se alcançar a santidade. Ninguém alcança a santidade sem imitar a vida de Cristo. Imitar a vida de Cristo é rezar, fazer penitência, adquirir as suas virtudes, fazer bem todas as coisas, fazer o bem a todas as pessoas e querer levar a todos para o Céu.

Nas próximas quintas-feiras vou percorrer todo este Plano de Santidade explicando cada um destes tópicos.

Lição: qual é a tarefa mais urgente da nossa vida? A busca pela santidade. Se estamos aqui na terra para preparar-nos para ir ao Céu, a busca da santidade é a tarefa mais importante de todas nesta vida. Com que facilidade as pessoas se esquecem disso. Faz lembrar aquela famosa frase de Santo Agostinho: “corres bem, mas fora do caminho”. Tiremos o propósito hoje de que esta tarefa seja a mais importante de todas. Temos que trabalhar? Sim, mas o trabalho não é a tarefa mais importante desta vida. Temos que cuidar da esposa, do marido, dos filhos? Sim, mas a família não é a tarefa mais importante desta vida. Estas tarefas são apenas o caminho para a santidade, mas não o fim da nossa vida. E se são caminho, elas também não podem ser obstáculo para a busca da santidade. Pensemos nisso.

* * *

https://app.fecomvirtudes.com.br/

PLANO DA SANTIDADE (1): A SANTIDADE É NECESSÁRIA PARA ENTRAR NO CÉU

You may also like

PAI-NOSSO: A ORAÇÃO MAIS PERFEITA
EVANGELHO - Mt 6, 7-15 Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: ...
ESMOLA: GENEROSIDADE, QUARESMA
EVANGELHO - Mt 25, 31-46 Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: ...
TENTAÇÕES: SÃO BOAS E NÃO MÁS
EVANGELHO - Mt 4, 1-11 Naquele tempo: o Espírito conduziu Jesus ao ...
PENITÊNCIA: SEM BITOLAÇÃO, SABER FESTEJAR
EVANGELHO - Mt 9, 14-15 Naquele tempo: Os discípulos de João ...
QUARESMA: COMO VIVÊ-LA
EVANGELHO - Mt 6, 1-6.16-18 Naquele tempo, disse Jesus aos seus ...
PLANO DA SANTIDADE (10): SANTA MISSA (2)
EVANGELHO - Mc 7, 24-30 Naquele tempo: Jesus saiu dali e foi para a ...
PLANO DA SANTIDADE (9): SANTA MISSA (1)
EVANGELHO - Mc 3, 7-12 Naquele tempo: Jesus se retirou para a beira do ...
PLANO DA SANTIDADE (8): TERÇO
EVANGELHO - Mc 1, 40-45 Naquele tempo: Um leproso chegou perto de ...
REIS MAGOS: SUA HISTÓRIA, EPIFANIA
EVANGELHO - Mt 2, 1-12 Tendo nascido Jesus na cidade de Belém, na ...
SANTOS INOCENTES: SENTIDO DA DOR
EVANGELHO - Mt 2, 13-18 Depois que os magos partiram, o Anjo do Senhor ...

Page 1 of 22

Rolar para o topo