CARIDADE: O QUE SIGNIFICA AMAR

EVANGELHO – Jo 15, 12-17

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei. Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos. Vós sois meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. Já não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que faz o seu Senhor. Eu chamo-vos amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai. Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e para que produzais fruto e o vosso fruto permaneça. O que, então, pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo concederá. Isto é o que vos ordeno: amai-vos uns aos outros”. – Palavra da Salvação – Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus: No último domingo, apesar de termos lido o capítulo 13 de São João, Jesus nos disse estas palavras que estão no início do Evangelho de hoje: “Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei”. Ainda estamos considerando as palavras de Jesus na Última Ceia e é natural que Jesus remarque várias ideias como esta de amar os outros como Ele nos ama. E Jesus complementa estas palavras dizendo: “Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos”. Hoje gostaria de comentar esta frase de Jesus onde está contida o cerne da caridade. Se percorrermos as páginas do Evangelho, não veremos em nenhum lugar uma definição de Jesus a respeito da caridade. Jesus nos fala do mandamento do amor, mas não o define. O que Jesus queria e quer é que o imitemos e, ao longo da sua vida, Ele mostrará de diversas maneiras como viver o amor. Apesar de Jesus não ter definido o que é o amor, estas palavras de Jesus nos dão uma grande luz a seu respeito: “Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos”. a) amar é dar A primeira luz é que amar é dar: “Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida”. Amar é dar. O que isto quer dizer? Quer dizer muitas coisas. Em primeiro lugar, amar não é um sentimento. Eu posso sentir amor, porém a essência do amor não é sentir o amor, mas dar-se aos outros. Há momentos que não temos sentimento de amor, mas somos chamados a amar. O que é que Jesus sentia quando estava carregando a cruz? Jesus estava carregando a cruz por amor, por amor a nós, para nos salvar do pecado. Porém, com certeza, quando carregava a cruz não havia nenhum sentimento de amor e sim, sentimento de dor, de uma profunda dor por carregar aquela cruz depois de ter sido flagelado quase até à morte. E, justamente por fazer isto, por abraçar a cruz, mostrava o seu grande amor por nós. Em segundo lugar, se amar é dar a vida pelos amigos, quer dizer que amar é sair de si, pensar no outro. Assim o amor é o oposto do egoísmo. Quem é egoísta pensa em si. Quem ama, pensa no outro. Em terceiro lugar, se amar é dar, amar é fazer algo. Quem ama, não fica só em boas intenções. b) amar é dar tudo A segunda luz é que amar é dar tudo: “Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida”. O que é dar a vida? Dar a vida é justamente dar tudo. Quem ama, de verdade, não se poupa, não coloca limites no amor. Por isso, Santo Agostinho dizia que “a medida do amor é amar sem limites”. Teria sentido que um homem ou uma mulher, no altar, ao fazer a promessa de casamento dissesse: “Eu, recebo-te por meu esposo (minha esposa) e prometo ser-te fiel, amar-te e respeitar-te, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença… por 5 anos”. Seria absurdo, não é verdade? Quem dissesse isto, diríamos que não ama de verdade, pois o amor, o verdadeiro amor, não tem limites. Por isso, Jesus, no alto da cruz, antes de morrer, dirá: “Tudo está consumado”! Ou seja, dei tudo, dei toda a minha vida, dei até a última gota de sangue por vocês que são meus filhos. Dar a vida é também dar a felicidade aos demais. A vida é o maior bem que possuímos. Dando a vida eu estou dando um grande bem às pessoas, estou dando a felicidade às pessoas. Por isso, podemos dizer que amar é a alegria de fazer os outros serem felizes, a alegria de fazer os outros terem vida e vida com maiúscula. Poderíamos falar sobre cada uma destas considerações, páginas e páginas. Porém, o intuito destas homilias é ser breve.

Lição: Gravemos no nosso coração o que é o amor. Amar na sua essência não é um sentimento. Amar é dar, amar é sair de si, pensar no outro, é dar algo, é dar tudo, é dar a felicidade às pessoas.

CARIDADE: O QUE SIGNIFICA AMAR

You may also like

CARIDADE (20): BOM-HUMOR (1)
EVANGELHO - Mt 9, 32-38 Naquele tempo: Apresentaram a Jesus um homem ...
SÃO TOMÉ APÓSTOLO: SUA VIDA
EVANGELHO - Jo 20, 24-29 Tomé, chamado Dídimo, que era um dos doze, ...
CARIDADE (19): COMPREENDER (4)
EVANGELHO - Mt 8, 23-27 Naquele tempo: Jesus entrou na barca, e seus ...
CARIDADE (18): COMPREENDER (3)
EVANGELHO - Mt 7, 6.12-14 Naquele tempo, disse Jesus aos seus ...
JESUS CRISTO: SEU SAGRADO CORAÇÃO
EVANGELHO - Jo 19, 31-37 Os judeus temeram que os corpos ficassem na ...
CARIDADE (18): COMPREENDER (2)
EVANGELHO - Mc 9, 30-37 Naquele tempo, Jesus e seus discípulos ...
NOSSA SENHORA: MÃE DA IGREJA
EVANGELHO - Jo 19, 25-34 Naquele tempo, perto da cruz de Jesus, ...
ESPÍRITO SANTO: FESTA DE PENTECOSTES
EVANGELHO - Jo 20, 19-23 Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da ...
BÍBLIA (19): REI DAVI (2)
EVANGELHO - Jo 21, 20-25 Naquele tempo: Pedro virou-se e viu atrás de ...
VIRTUDES HUMANAS (13): PACIÊNCIA (3)
EVANGELHO - Jo 21, 15-19 Jesus manifestou-se aos seus discípulos e, ...
Page 1 of 23
Rolar para o topo