ANJOS: SÃO MIGUEL, SÃO GABRIEL, SÃO RAFAEL

EVANGELHO – Jo 1, 47-51

Naquele tempo, Jesus viu Natanael que vinha para ele e comentou: “Aí vem um israelita de verdade, um homem sem falsidade”. Natanael perguntou: “De onde me conheces?” Jesus respondeu: “Antes que Filipe te chamasse, enquanto estavas debaixo da figueira, eu te vi”. Natanael respondeu: “Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel”. Jesus disse: “Tu crês porque te disse: Eu te vi debaixo da figueira? Coisas maiores que esta verás”! E Jesus continuou: “Em verdade, em verdade, eu vos digo: Vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem”.
– Palavra da Salvação
– Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus:
Como dissemos, hoje comemoramos uma grande festa, a festa dos Arcanjos Miguel, Gabriel, Rafael.

Quem são estes três Arcanjos? São os anjos mais importantes do Céu. Como sabemos isso? Porque a eles foram confiadas as missões mais especiais de Deus e porque são os únicos que mencionamos o nome deles.

Deus confiou a São Miguel, que em hebreu significa “quem como Deus?”, o combate travado por esse Arcanjo e pelos anjos fiéis contra Lúcifer e os seus seguidores, que se rebelaram contra Deus e foram lançados ao inferno. Deus confiou a São Gabriel, que em hebreu significa, “fortaleza de Deus”, a missão de anunciar a Maria o mistério da Encarnação. E Deus confiou a São Rafael, que em hebreu significa “remédio de Deus”, a missão de ser companheiro e médico do jovem Tobias na sua viagem ao Oriente.

Nesta homilia gostaria de falar mais de São Miguel. Há uma beata, chamada Agreda, que viveu entre os anos 1602 a 1665, e cujo corpo está incorrupto, que recebeu revelações de Deus desde a criação e de toda a vida de Nossa Senhora.

Ao falar na criação dos Anjos, diz o seguinte:

* * *

Foram os anjos criados no céu, em graça, para com ela adquirirem méritos que precedessem à glória do Céu. Apesar de se encontrarem no lugar dessa glória, ainda não lhes tinha sido dada a visão de Deus face a face, pois deviam merecer pela graça obedecendo à vontade divina.
Deste modo, os anjos permaneceram muito pouco tempo neste primeiro estado.
Num primeiro instante, foram todos criados e adornados com a graça e outros dons formosíssimos. Num segundo momento, a todos foi apresentada e ordenada a vontade de Deus e de sua Lei para observarem. Neste momento, travou-se entre S. Miguel com seus anjos e o dragão seguido dos seus, aquela grande batalha descrita por São João no capítulo 12 do Apocalipse (Ap 12, 7). Os bons anjos, perseverando na graça, mereceram a felicidade eterna e os desobedientes, insurgindo-se contra Deus, mereceram o Inferno.
Entendi que Deus lhes mostrou o bem e o mal, a verdade e a falsidade, o justo e o injusto, sua graça e amizade, a malícia do pecado e a inimizade de Deus, o prêmio e o castigo eterno (…) Viram eles todas essas coisas como são em si mesmas, com o conhecimento de sua tão superior e excelente natureza (…)
Movido pelo orgulho, Lúcifer incorreu em desordenadíssimo amor de si mesmo, ao se ver com maiores dons e formosura de natureza e graça que os demais anjos inferiores. Deteve-se demasiado nesse conhecimento, e a autocomplacência o tomou e enfraqueceu-se nele a gratidão que devia a Deus, como à fonte única de tudo o que recebera. Continuando a admirar a própria beleza e graça, acabou por se apropriar delas, amando-as como suas.
Este desordenado amor-próprio, não somente o fez se exaltar com o que tinha recebido (…) mas também o levou a invejar e cobiçar outros dons e excelências alheias que não possuía. Como não as pôde conseguir, concebeu mortal ódio e indignação contra Deus, que do nada o criara, e contra todas as criaturas. Com este ódio, induziu outros a estarem do seu lado.
Neste momento, os santos anjos obedientes, encabeçados por São Miguel, com ardente zelo para defender a glória de Deus pediram licença ao Senhor para resistir e atacar o dragão, sendo-lhes concedida essa permissão.

Lição: Por esta atitude de São Miguel, ele é o grande intercessor contra o demônio. E é ele, junto com Nossa Senhora, que vencerá o demônio no fim dos tempos. Saibamos recorrer a São Miguel para vencermos todas as tentações da nossa vida. Na descrição do vídeo deixo uma oração muito conhecida a São Miguel.

ANJOS: SÃO MIGUEL, SÃO GABRIEL, SÃO RAFAEL

You may also like

SÃO TOMÉ APÓSTOLO: SUA VIDA
EVANGELHO - Jo 20, 24-29 Tomé, chamado Dídimo, que era um dos doze, ...
JESUS CRISTO: SEU SAGRADO CORAÇÃO
EVANGELHO - Jo 19, 31-37 Os judeus temeram que os corpos ficassem na ...
NOSSA SENHORA: MÃE DA IGREJA
EVANGELHO - Jo 19, 25-34 Naquele tempo, perto da cruz de Jesus, ...
ESPÍRITO SANTO: FESTA DE PENTECOSTES
EVANGELHO - Jo 20, 19-23 Ao anoitecer daquele dia, o primeiro da ...
BÍBLIA (19): REI DAVI (2)
EVANGELHO - Jo 21, 20-25 Naquele tempo: Pedro virou-se e viu atrás de ...
VIRTUDES HUMANAS (13): PACIÊNCIA (3)
EVANGELHO - Jo 21, 15-19 Jesus manifestou-se aos seus discípulos e, ...
PLANO DA SANTIDADE (12): 3 AVE-MARIAS
EVANGELHO - Jo 17, 20-26 Naquele tempo, Jesus levantou os olhos ao céu ...
DOUTRINA (13): JESUS CRISTO (1)
EVANGELHO - Jo 17, 11b-19 Naquele tempo: Jesus ergueu os olhos ao céu ...
JESUS CRISTO: O AMOR POR ELE (3)
EVANGELHO - Jo 16, 29-33 Naquele tempo: Os discípulos disseram a ...
BÍBLIA (18): REI DAVI (1)
EVANGELHO - Jo 16, 23b-28 Naquele tempo, disse Jesus aos seus ...
Page 1 of 19
Rolar para o topo