ABANDONO EM DEUS: EPISÓDIO DA TEMPESTADE ACALMADA

EVANGELHO – Mc 4, 35-41

Naquele dia, ao cair da tarde, Jesus disse a seus discípulos: “Vamos para a outra margem!” Eles despediram a multidão e levaram Jesus consigo, assim como estava na barca. Havia ainda outras barcas com ele. Começou a soprar uma ventania muito forte e as ondas se lançavam dentro da barca, de modo que a barca já começava a se encher. Jesus estava na parte de trás, dormindo sobre um travesseiro. Os discípulos o acordaram e disseram: “Mestre, estamos perecendo e tu não te importas?” Ele se levantou e ordenou ao vento e ao mar: “Silêncio! Cala-te!” O ventou cessou e houve uma grande calmaria. Então Jesus perguntou aos discípulos: “Por que sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?” Eles sentiram um grande medo e diziam uns aos outros: “Quem é este, a quem até o vento e o mar obedecem?”
– Palavra da Salvação
– Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus:
o Evangelho de hoje é o famoso Evangelho da tempestade acalmada. No meu site-aplicativo, app.fecomvirtudes.com.br no ícone “Orações”, na oração número 3 eu recolho as orações e episódios da vida de Jesus que eu acho mais bonitos para nos ajudar a abandonar todas as nossas preocupações nas mãos de Deus.

E um dos episódios da vida de Jesus que eu acho que é muito impactante para aprender a abandonar-nos nas mãos de Deus é justamente este, o episódio da tempestade acalmada.

Se queremos descrevê-lo de uma maneira mais completa, temos que juntar o que São Lucas e São Mateus, além de São Marcos nos falam sobre ele. Juntando os três evangelistas, este episódio ficaria assim:

À tarde daquele dia, disse-lhes: Passemos para o outro lado.
Durante a travessia, Jesus adormeceu na popa da barca sobre um travesseiro.
De repente, desencadeou-se sobre o mar uma tempestade tão grande que as ondas cobriam a barca e eles se achavam em perigo. Ele, no entanto, dormia.
Aproximaram-se dele então e o despertaram com este grito: Mestre, Mestre! Nós estamos perecendo!
Levantou-se ele e ordenou aos ventos e à fúria da água que se acalmassem; e se acalmaram e logo veio a bonança.
E Jesus disse: Por que esse medo, gente de pouca fé?
Eles, cheios de respeito e de profunda admiração, diziam uns aos outros: Quem é este, a quem os ventos e o mar obedecem?

Agora vamos mergulhar nesta cena para captar toda a sua beleza e profundidade.

Jesus está dormindo na barca, provavelmente devido ao cansaço de um dia de trabalho. De repente começa a se avizinhar uma tempestade tremenda. O vento passa a soprar mais forte. Tudo vai ficando escuro. O mar vai se agitando cada vez mais. Muita água começa a entrar na barca. Jesus continua a dormir. Chega uma hora em que os apóstolos, que eram pescadores e conheciam profundamente o mar da Galileia, se dão conta de que aquela tempestade os levará à morte. E aí, apavorados, acordam Jesus: “Mestre, salva-nos, pois vamos morrer”!

Jesus acorda e, como é o Senhor do Céu e da Terra, ordena que os ventos e a fúria das águas se acalmem. Vem a bonança. Estando agora tudo calmo, volta-se para os apóstolos: “Homens de pouca fé, por que duvidastes? Por que temeis?”.

O que Jesus está querendo dizer? Que lição está querendo nos ensinar? Podemos transmitir o que Jesus está querendo dizer ou a lição que está querendo nos ensinar através de uma oração, uma oração que devemos saborear cada palavra e gravar no fundo do nosso coração:

Meu filho, minha filha, você nunca deve temer, pois Eu estou sempre junto de ti. Eu estou na barca da tua vida. Mesmo que venha uma tempestade tremenda na tua vida, tu não deves temer, não deves perder a paz. Eu que sou o Criador de todo o universo estou junto de ti. Aos teus olhos, em algumas ocasiões, pode até parecer que Eu estou dormindo, que eu não estou te ouvindo, mas não é verdade. Nada escapa aos meus olhos. Confie em mim. Não temais.

Repassemos as palavras desta oração:
– meu filho, minha filha, você nunca deve temer; e por que não devemos temer? Pois Eu estou sempre junto de vós;
– mesmo que venha uma tempestade tremenda na tua vida, por exemplo, a morte de uma pessoa querida, a falência financeira, uma tragédia na família, a notícia de que nós ou alguém próximo está com um tumor maligno etc, nada nos deve levar ao desespero;
– Eu que sou o Criador de todo o universo estou junto de ti;
– aos teus olhos, em algumas ocasiões pode até parecer que Eu estou dormindo, que Eu te abandonei nas tuas dores e sofrimentos, que Eu não estou ouvindo as tuas orações, mas não é verdade;
– nada escape aos meus olhos;
– confie em mim; não temais.

Esta é a lição que Jesus, que Deus, está querendo nos ensinar. Que este episódio da tempestade acalmada e esta oração sejam gravados no mais íntimo do nosso coração, para nunca mais esquecermos deles e alimentar-nos deles continuamente, ao longo da nossa vida, de tal modo a sermos inundados, cada vez mais, por uma profunda paz.

ABANDONO EM DEUS: EPISÓDIO DA TEMPESTADE ACALMADA

You may also like

SACERDOTES: SUA DIGNIDADE, REZAR POR ELES
EVANGELHO - Mc 6, 7-13 Naquele tempo: Jesus chamou os doze, e começou ...
APOSTOLADO: NOSSA PRINCIPAL PREOCUPAÇÃO
EVANGELHO - Mc 6, 1-6 Naquele tempo, Jesus foi a Nazaré, sua terra, e ...
FÉ: DIANTE DOS PERIGOSOS; TEMPESTADE ACALMADA
EVANGELHO - Mc 4, 35-41 Naquele dia, ao cair da tarde, Jesus disse a ...
APOSTOLADO: SER COMO O GRÃO DE MOSTARDA
EVANGELHO - Mc 4, 26-34 Naquele tempo, Jesus disse à multidão: “O ...
ESPÍRITO SANTO: PECADO CONTRA ELE
EVANGELHO - Mc 3, 20-35 Naquele tempo, Jesus voltou para casa com os ...
EUCARISTIA: CORPUS CHRISTI (5)
EVANGELHO - Mc 12, 18-27 Naquele tempo: Vieram ter com Jesus alguns ...
EUCARISTIA: CORPUS CHRISTI (4)
EVANGELHO - Mc 12, 13-17 Naquele tempo, as autoridades mandaram alguns ...
EUCARISTIA: CORPUS CHRISTI (3)
EVANGELHO - Mc 12, 1-12 Naquele tempo, Jesus começou a falar aos sumos ...
DOMINGO: DIA DO SENHOR
EVANGELHO - Mc 2, 23 - 3, 6 Jesus estava passando por uns campos de ...
Page 1 of 13
Rolar para o topo