SÃO MIGUEL, SÃO GABRIEL E SÃO RAFAEL: TRÊS GRANDES ARCANJOS


EVANGELHO – Jo 1, 47-51

Naquele tempo, Jesus viu Natanael que vinha para ele e comentou: “Aí vem um israelita de verdade, um homem sem falsidade”. Natanael perguntou: “De onde me conheces?” Jesus respondeu: “Antes que Filipe te chamasse, enquanto estavas debaixo da figueira, eu te vi”. Natanael respondeu: “Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel”. Jesus disse: “Tu crês porque te disse: Eu te vi debaixo da figueira? Coisas maiores que esta verás”! E Jesus continuou: “Em verdade, em verdade, eu vos digo: Vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem”.
– Palavra da Salvação
– Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus:
o Evangelho de hoje relata esta passagem na vida de Jesus quando Natanael, que é também conhecido como Bartolomeu, e foi um apóstolo, vai, a pedido de seu amigo, Felipe, conhecer Jesus. Neste momento se estabelece um diálogo entre Natanael e Jesus onde Nosso Senhor, vendo a fé deste homem, diz que ele verá um dia o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem.

A igreja escolheu este Evangelho para fazer menção aos anjos, pois como disse, hoje comemoramos a festa dos três maiores arcanjos: São Miguel, São Gabriel e São Rafael. Falemos um pouquinho de cada um.

O nome de Miguel (em hebreu: quem como Deus?) recorda o combate travado por esse Arcanjo e pelos anjos fiéis contra Lúcifer e os seus seguidores, que se rebelaram contra Deus e foram lançados no inferno. Deus escolheu São Gabriel (em hebreu, fortaleza de Deus) para anunciar a Maria o mistério da Encarnação. O nome de Rafael (em hebreu: remédio de Deus) evoca a sua missão de médico e companheiro de viagem do jovem Tobias.

Lemos na Primeira Leitura da Missa: “E houve no céu uma grande batalha: Miguel e os seus anjos pelejavam contra o dragão, e o dragão com os seus anjos pelejavam contra ele; mas estes não prevaleceram e já não houve lugar para eles no céu. E foi precipitado aquele grande dragão, aquela antiga serpente, que se chama demônio e Satanás, que seduz todo o universo; e foi precipitado na terra, e foram precipitados com ele os seus anjos”.

São Miguel foi aquele que encabeçou a luta contra o demônio quando eles se revoltaram contra Deus. E os anjos bons venceram os maus.

Por isso, no Antigo Testamento o Arcanjo São Miguel aparece como aquele que defende o Povo eleito em nome de Deus.

A luta constante contra o demônio, que “caracteriza a figura do Arcanjo Miguel, é atual mesmo hoje, porque o demônio ainda está vivo e continua a atuar na terra”. Essa atuação do demônio na sociedade e nas pessoas, que às vezes se expressa com grande força e se torna quase palpável, levou a Igreja a invocar São Miguel como seu guardião contra as todas as ameaças do maligno.

O arcanjo Gabriel vem à terra para nos transmitir a Palavra divina. O seu nome significa a força de Deus. Apresenta-se sempre como portador de gratas notícias, e, sobretudo, é encarregado de transmitir da parte de Deus a mais alegre de todas as mensagens: a Encarnação do Filho de Deus. É ele que comunica a Nossa Senhora, em nome de Deus, o nascimento do Salvador, que terá lugar no seu seio puríssimo. “Foi por isso que Deus não enviou a Nossa Senhora um anjo qualquer, mas o Arcanjo Gabriel, pois uma mensagem de tal transcendência requeria que fosse transmitida por um anjo da máxima categoria […]. Gabriel, que significa “Força de Deus”, foi enviado a Maria porque vinha anunciar Aquele que, apesar da sua aparência humilde, havia de dominar os Principados e Potestades. Portanto, era natural que aquele que é a força de Deus anunciasse a vinda dAquele que é o Senhor dos exércitos e poderoso nas batalhas”.

Podemos associar também São Gabriel à força de dizer sim à vida como fez Nossa Senhora, dizendo sim para o nascimento de Jesus. O Papa João Paulo II dizia que a civilização cristã é a civilização da vida, que “é preciosa porque é um dom de Deus, cujo amor é infinito; e quando Deus concede a vida, concede-a para sempre. A vida, além disso, é preciosa porque é a expressão e o fruto do amor […]. Por outro lado, o grande perigo para a vida familiar, numa sociedade em que os ídolos são o prazer, as comodidades e a independência, é que os homens fechem o seu coração e se tornem egoístas”, que prefiram um pouco mais de bem-estar material à alegria de trazer mais filhos ao mundo e de educá-los para que sejam bons cidadãos e bons filhos de Deus. Não se pode esquecer: “Cada filho que Deus vos concede é uma grande bênção divina: não tenhais medo aos filhos!”

Conhecemos São Rafael principalmente pela história de Tobias, “tão significativa por confiar-se aos anjos o cuidado, guarda e proteção dos filhos pequenos de Deus”. A Sagrada Escritura narra que, quando Tobias, ainda jovem, se preparava para empreender uma longa viagem, foi à procura de alguém que o acompanhasse e encontrou Rafael, que era um anjo. A princípio, não soube quem era o seu companheiro, mas durante o trajeto teve ocasião de experimentar várias vezes a sua proteção. O Arcanjo conduziu-o felizmente até seu parente Raguel, com cuja filha Sara se casou, depois de Rafael a ter livrado de um mau espírito. O Arcanjo curou ainda o pai de Tobias da sua cegueira. Por isso, é venerado como Padroeiro dos caminhantes e dos doentes. No fim da viagem, revelou a sua identidade: Eu sou Rafael, um dos sete anjos que apresentamos as orações dos justos e temos entrada ante a majestade do Senhor.

Que a festa de hoje nos sirva para termos mais devoção aos anjos e, sobretudo ao nosso anjo da guarda e que saibamos recorrer a São Miguel para nos proteger contra todo o mal, a São Gabriel para sermos fortes e, mais concretamente, para dizer sim para a vida e São Rafael para nos ajudar a curar todas as doenças da nossa alma para termos um coração puro para amar.

SÃO MIGUEL, SÃO GABRIEL E SÃO RAFAEL: TRÊS GRANDES ARCANJOS

You may also like

JESUS CRISTO: SEGUI-LO, VALE A PENA
EVANGELHO - Jo 1, 35-42 Naquele tempo: João estava de novo com dois de ...
NATAL: LIÇÃO DE PUREZA
EVANGELHO - Jo 1, 43-51 Naquele tempo, Jesus resolveu partir para a ...
NATAL: LIÇÃO DE MANSIDÃO
EVANGELHO - Jo 1, 29-34 Naquele tempo: João viu Jesus aproximar-se ...
NATAL: LIÇÃO DE CUMPRIMENTO DA VONTADE DE DEUS
EVANGELHO - Jo 1, 19-28 Este foi o testemunho de João, quando os ...
SÃO JOÃO APÓSTOLO E EVANGELISTA: CRESCER NO AMOR A JESUS
EVANGELHO - Jo 20, 2-8 No primeiro dia da semana, Maria Madalena saiu ...
NATAL: PRESENÇA DE JESUS NA EUCARISTIA
EVANGELHO - Jo 1, 1-18 No princípio era a Palavra, e a Palavra estava ...
ALEGRIA: ESTAR COM DEUS, NATAL
EVANGELHO - Jo 1, 6-8.19-28 Surgiu um homem enviado por Deus; Seu nome ...
NOSSA SENHORA: FESTA DE APARECIDA, PRINCESA ISABEL
EVANGELHO - Jo 2, 1-11 Naquele tempo: Houve um casamento em Caná da ...
NOSSA SENHORA: NOSSA SENHORA DAS DORES, LÁGRIMAS
EVANGELHO - Jo 19, 25-27 Naquele tempo: Perto da cruz de Jesus, ...
CRUZ: EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ, FONTE DE BÊNÇÃOS
EVANGELHO - Jo 3, 13-17 Naquele tempo, disse Jesus a Nicodemos: ...

Page 1 of 13

Rolar para o topo