POBREZA: VALORIZAR MAIS O ESPIRITUAL DO QUE O MATERIAL


EVANGELHO – Jo 4, 5-15.19b-26.39a 40-42

Naquele tempo: Jesus chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, perto do terreno que Jacó tinha dado ao seu filho José. Era aí que ficava o poço de Jacó. Cansado da viagem, Jesus sentou-se junto ao poço. Era por volta do meio-dia. Chegou uma mulher da Samaria para tirar água. Jesus lhe disse: “Dá-me de beber”. Os discípulos tinham ido à cidade para comprar alimentos. A mulher samaritana disse então a Jesus: “Como é que tu, sendo judeu, pedes de beber a mim, que sou uma mulher samaritana?” De fato, os judeus não se dão com os samaritanos. Respondeu-lhe Jesus: “Se tu conhecesses o dom de Deus e quem é que te pede: “Dá-me de beber”, tu mesma lhe pedirias a ele, e ele te daria água viva”. A mulher disse a Jesus: “Senhor, nem sequer tens balde e o poço é fundo. De onde vais tirar a água viva? Por acaso, és maior que nosso pai Jacó, que nos deu o poço e que dele bebeu, como também seus filhos e seus animais?” Respondeu Jesus: “Todo aquele que bebe desta água terá sede de novo. Mas quem beber da água que eu lhe darei, esse nunca mais terá sede. E a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água que jorra para a vida eterna”. A mulher disse a Jesus: “Senhor, dá-me dessa água, para que eu não tenha mais sede e nem tenha de vir aqui para tirá-la”. Disse-lhe Jesus: “Vai chamar teu marido e volta aqui”. A mulher respondeu: “Eu não tenho marido”. Jesus disse: “Disseste bem, que não tens marido, pois tiveste cinco maridos, e o que tens agora não é o teu marido. Nisso falaste a verdade”. A mulher disse a Jesus: “Senhor, vejo que és um profeta! Os nossos pais adoraram neste monte mas vós dizeis que em Jerusalém é que se deve adorar”. Disse-lhe Jesus: “Acredita-me, mulher: está chegando a hora em que nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós adorais o que não conheceis. Nós adoramos o que conhecemos, pois a salvação vem dos judeus. Mas está chegando a hora, e é agora, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e verdade. De fato, estes são os adoradores que o Pai procura. Deus é espírito e aqueles que o adoram devem adorá-lo em espírito e verdade”. A mulher disse a Jesus: “Sei que o Messias (que se chama Cristo) vai chegar. Quando ele vier, vai nos fazer conhecer todas as coisas”. Disse-lhe Jesus: “Sou eu, que estou falando contigo”. Muitos samaritanos daquela cidade abraçaram a fé em Jesus, por causa da palavra da mulher que testemunhava: “Ele me disse tudo o que eu fiz”. Por isso, os samaritanos vieram ao encontro de Jesus e pediram que permanecesse com eles. Jesus permaneceu aí dois dias. E muitos outros creram por causa da sua palavra. E disseram à mulher: “Já não cremos por causa das tuas palavras, pois nós mesmos ouvimos e sabemos, que este é verdadeiramente o salvador do mundo”.
– Palavra da Salvação
– Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus:
Pensando na conversão, a Igreja nos propõe hoje a reflexão sobre a água. Na Primeira Leitura da missa, o povo judeu está fazendo a travessia do deserto e começa a se revoltar por não ter água para beber. A água, como sabemos, é uma realidade essencial para a nossa sobrevivência.

O Evangelho mostra esta mesma necessidade humana de saciar a sua sede relatando o episódio de Jesus, cansado do caminho, no meio do dia, procura um poço para tomar água. A região que Jesus está atravessando é a Samaria. Como já expliquei em outras homilias, os judeus não se relacionavam com os samaritanos por terem abandonado a fé judaica. No poço está uma samaritana pegando água. Jesus se senta e, cheio de delicadeza, lhe pede um pouco d’água. A samaritana se surpreende, pois percebe que Jesus é judeu e está lhe dirigindo a palavra.

A partir daí começará um diálogo inusitado e extraordinário onde Jesus fará a promessa de uma água viva. Assim que a samaritana manifestou a surpresa de Jesus se dirigir a ela, Jesus lhe disse:

“Se tu conhecesses o dom de Deus e quem é que te pede: “Dá-me de beber”, tu mesma lhe pedirias a ele, e ele te daria água viva”.

Imaginem a surpresa ainda maior da samaritana com estas palavras de Jesus. Com certeza ela não entendeu muito o que Jesus queria dizer, mas fixou-se na “água viva” que lhe pareceu bem interessante. Por isso, ela respondeu: “Senhor, nem sequer tens balde e o poço é fundo. De onde vais tirar a água viva? Por acaso, és maior que nosso pai Jacó, que nos deu o poço e que dele bebeu, como também seus filhos e seus animais?”

Imaginem Jesus ouvindo estas palavras. Ele não só era maior do que Jacó, mas é o próprio Deus. Mas, com toda delicadeza respondeu a estas palavras deixando a samaritana ainda mais perplexa: “Todo aquele que bebe desta água terá sede de novo. Mas quem beber da água que eu lhe darei, esse nunca mais terá sede. E a água que eu lhe der se tornará nele uma fonte de água que jorra para a vida eterna”.

Mais uma vez não entendeu todo o significado destas palavras, como também nós se alguém não nos explicasse, mas fixou-se novamente no que lhe chamou a atenção, no fato dessa água que mata a sede para sempre: “Senhor, dá-me dessa água, para que eu não tenha mais sede e nem tenha de vir aqui para tirá-la”.

E aí Jesus coloca um condicionante: poderia lhe dar esta água se ela se convertesse, pois vivia de modo desregrado o matrimônio, estava no sexto marido, e mencionou esta verdade a ela, mostrando que conhece tudo da nossa vida. Por isso, a samaritana lhe disse: “Senhor, vejo que és um profeta! Os nossos pais adoraram neste monte mas vós dizeis que em Jerusalém é que se deve adorar”.

Jesus, então, responde com estas palavras, profetizando a salvação próxima e que a salvação vem dEle: “Acredita-me, mulher: está chegando a hora em que nem neste monte, nem em Jerusalém adorareis o Pai. Vós adorais o que não conheceis. Nós adoramos o que conhecemos, pois a salvação vem dos judeus. Mas está chegando a hora, e é agora, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e verdade. De fato, estes são os adoradores que o Pai procura. Deus é espírito e aqueles que o adoram devem adorá-lo em espírito e verdade”.

Em seguida a samaritana diz: “Sei que o Messias (que se chama Cristo) vai chegar. Quando ele vier, vai nos fazer conhecer todas as coisas”.

Jesus termina este primeiro diálogo dando um dos testemunhos mais vivos de ser o próprio Deus: “Sou eu, que estou falando contigo”.

A samaritana se converterá e anunciará Jesus aos habitantes da sua cidade.

Podemos dizer que uma das mensagens de Jesus neste diálogo com a samaritana é que devemos nos converter desprendendo-nos das coisas materiais e indo em busca das espirituais. O que realmente precisamos é da água viva e não da água material. Às vezes estamos muito presos às coisas materiais e deixamos de procurar o que realmente sacia o nosso coração e nos dá não só a felicidade terrena, mas a felicidade eterna.

A água viva é também imagem da graça que Cristo obterá morrendo na Cruz e que será a fonte da vida eterna.

Que as leituras da missa de hoje nos levem a uma conversão mais profunda, desprendendo-nos totalmente das coisas materiais, contentando-nos com ter uma vida simples, e colocando a alma em primeiríssimo lugar. Se fizermos isso, Jesus ficará extremamente feliz, pois veio à terra para isso.

POBREZA: VALORIZAR MAIS O ESPIRITUAL DO QUE O MATERIAL

You may also like

POBREZA: DESPRENDIMENTO DOS BENS MATERIAIS
EVANGELHO - Mc 1, 14-20 Depois que João Batista foi preso, Jesus foi ...
JESUS CRISTO: SEGUI-LO, VALE A PENA
EVANGELHO - Jo 1, 35-42 Naquele tempo: João estava de novo com dois de ...
NATAL: LIÇÃO DE PUREZA
EVANGELHO - Jo 1, 43-51 Naquele tempo, Jesus resolveu partir para a ...
NATAL: LIÇÃO DE MANSIDÃO
EVANGELHO - Jo 1, 29-34 Naquele tempo: João viu Jesus aproximar-se ...
NATAL: LIÇÃO DE CUMPRIMENTO DA VONTADE DE DEUS
EVANGELHO - Jo 1, 19-28 Este foi o testemunho de João, quando os ...
SÃO JOÃO APÓSTOLO E EVANGELISTA: CRESCER NO AMOR A JESUS
EVANGELHO - Jo 20, 2-8 No primeiro dia da semana, Maria Madalena saiu ...
NATAL: PRESENÇA DE JESUS NA EUCARISTIA
EVANGELHO - Jo 1, 1-18 No princípio era a Palavra, e a Palavra estava ...
NATAL: E A POBREZA
EVANGELHO - Mt 1, 18-25 A origem de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua ...
ALEGRIA: ESTAR COM DEUS, NATAL
EVANGELHO - Jo 1, 6-8.19-28 Surgiu um homem enviado por Deus; Seu nome ...
NOSSA SENHORA: FESTA DE APARECIDA, PRINCESA ISABEL
EVANGELHO - Jo 2, 1-11 Naquele tempo: Houve um casamento em Caná da ...

Page 1 of 14

Rolar para o topo