JESUS CRISTO (10): É O PRÓPRIO DEUS (1)

EVANGELHO – Mc 3, 22-30

Naquele tempo, os mestres da Lei, que tinham vindo de Jerusalém, diziam que ele estava possuído por Belzebu, e que pelo príncipe dos demônios ele expulsava os Demônios. Então Jesus os chamou e falou-lhes em parábolas: “Como é que Satanás pode expulsar a Satanás? Se um reino se divide contra si mesmo, ele não poderá manter-se. Se uma família se divide contra si mesma, ela não poderá manter-se. Assim, se Satanás se levanta contra si mesmo e se divide, não poderá sobreviver, mas será destruído. Ninguém pode entrar na casa de um homem forte para roubar seus bens, sem antes o amarrar. Só depois poderá saquear sua casa. Em verdade vos digo: tudo será perdoado aos homens, tanto os pecados, como qualquer blasfêmia que tiverem dito. Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo, nunca será perdoado, mas será culpado de um pecado eterno”. Jesus falou isso, porque diziam: “Ele está possuído por um espírito mau”.
– Palavra da Salvação
– Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus:
logo no início da pregação de Jesus, os fariseus e doutores da Lei já começam a sentir inveja de Jesus por adquirir, mesmo sem querer, uma fama muitíssimo maior do que eles, sendo que, além disso, provinha de uma cidade insignificante que era Nazaré.

Movidos pela inveja, começam a atacá-lo por todos os lados. E um dos ataques é o relatado no Evangelho de hoje dizendo que Ele estava possuído pelo demônio.

Jesus, com toda a sua sabedoria, responde a este ataque de uma maneira simples e sábia de tal modo que os seus inimigos ficam sem palavras: “Como é que Satanás pode expulsar a Satanás? Se um reino se divide contra si mesmo, ele não poderá manter-se”. Como vimos em outras passagens, Jesus estava expulsando muitos demônios de pessoas possuídas. Ora, se Jesus está possuído por Satanás, por que irá expulsar Satanás? Como Jesus diz, todo reino dividido contra si mesmo não subsistirá.

Desta forma e de outra, vamos vendo de modo incontestável como Jesus é o próprio Deus e que os ataques dos doutores da Lei vão deixando mais patente esta verdade.

Continuando a nossa série das segundas-feiras sobre Jesus, gostaria de falar hoje e nas próximas segundas, sobre a divindade de Jesus, atestado por suas próprias palavras.

Neste sentido, o melhor Evangelho para constatarmos a divindade de Jesus é o Evangelho de São João. Como dizemos, São João é a águia, pois no seu Evangelho ele ressalta esta verdade de que Jesus vem lá do alto. É por isso que ele começa o seu Evangelho com estas palavras tão bonitas e elevadas:

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava junto de Deus e o Verbo era Deus. 2 Ele estava no princípio junto de Deus. Tudo foi feito por ele, e sem ele nada foi feito. Nele havia a vida, e a vida era a luz dos homens.

Então vejamos algumas passagens onde São João deixa claro que Jesus é o próprio Deus.

Comecemos com umas palavras de Deus-Pai dando testemunho de que Jesus é o seu Filho. Estas palavras estão no Evangelho de São Mateus.

Mt 1, 13-17:

Batismo de Jesus

13 Da Galileia foi Jesus ao Jordão ter com João, a fim de ser batizado por ele.
14 João recusava-se: Eu devo ser batizado por ti e tu vens a mim!
15 Mas Jesus lhe respondeu: Deixa por agora, pois convém cumpramos a justiça completa. Então João cedeu.
16 Depois que Jesus foi batizado, saiu logo da água. Eis que os céus se abriram e viu descer sobre ele, em forma de pomba, o Espírito de Deus.
17 E do céu baixou uma voz: Eis meu Filho muito amado em quem ponho minha afeição.

Vemos, então, Deus Pai chamar Jesus de seu Filho muito amado. Se Jesus não fosse o seu Filho, Deus Pai diria: eis o meu enviado muito amado. O fato também de aparecer a pomba que é símbolo do Espírito Santo, mostra a presença a Santíssima Trindade nesta hora: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

Agora citemos algumas palavras do próprio Jesus utilizando só o Evangelho de São João:

Jo 5, 17: fala que Deus é seu Pai

Mas ele lhes disse: Meu Pai continua agindo até agora, e eu ajo também.

Jesus se refere a Deus como o seu Pai. Até então nunca um profeta, um personagem bíblico havia se referido a Deus como o seu Pai.

Lição: como nos enche de alegria saber que Jesus é o próprio Deus! Não é apenas um grande profeta, nem um grande homem, mas o próprio Deus. Sabendo que Jesus é Deus, todas as palavras que Ele disse adquirem um peso incrível. Pensemos nisso!

JESUS CRISTO (10): É O PRÓPRIO DEUS (1)

You may also like

ESPERANÇA (7): TER MEDO APENAS DE PERDER OS BENS ETERNOS
EVANGELHO - Mc 16, 9-15 Depois de ressuscitar, na madrugada do ...
JESUS: NINGUÉM JAMAIS FALOU COMO ELE
EVANGELHO - Jo 7, 40-53 Naquele tempo: Ao ouvirem as palavras de ...
MANDAMENTOS: O MANDAMENTO POR EXCELÊNCIA
EVANGELHO - Mc 12, 28b-34 Naquele tempo: Um mestre da Lei, ...
CÉU: CONSOLO PARA TODO SOFRIMENTO NA TERRA
EVANGELHO - Mc 9, 2-10 Naquele tempo, Jesus tomou consigo Pedro, Tiago ...
CARIDADE (16): COMBATER O EGOÍSMO (2)
EVANGELHO - Mc 8, 14-21 Naquele tempo: Os discípulos tinham se ...
JESUS CRISTO (12): O AMOR POR ELE (1)
EVANGELHO Mc 8, 11-13 Naquele tempo: Os fariseus vieram e começaram a ...
PECADOS: PEDIR A CURA DELES MUITAS VEZES E COM TODA SIMPLICIDADE
EVANGELHO - Mc 1, 40-45 Naquele tempo: Um leproso chegou perto de ...
BÍBLIA (17): REI SAUL
EVANGELHO - Mc 8, 1-10 Naqueles dias, havia de novo uma grande ...
VIRTUDES HUMANAS (11): PACIÊNCIA (1)
EVANGELHO - Mc 7, 31-37 Naquele tempo: Jesus saiu de novo da região de ...
PLANO DA SANTIDADE (10): SANTA MISSA (2)
EVANGELHO - Mc 7, 24-30 Naquele tempo: Jesus saiu dali e foi para a ...
Page 1 of 13
Rolar para o topo