ESPÍRITO SANTO: CONHECENDO-O UM POUCO


EVANGELHO – Jo 16, 5-11

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Agora, parto para aquele que me enviou, e nenhum de vós me pergunta: “Para onde vais?” Mas, porque vos disse isto, a tristeza encheu os vossos corações. No entanto, eu vos digo a verdade: É bom para vós que eu parta; se eu não for, não virá até vós o Defensor; mas, se eu me for, eu vo-lo mandarei. E quando vier, ele demonstrará ao mundo em que consistem o pecado, a justiça e o julgamento: o pecado, porque não acreditaram em mim; a justiça, porque vou para o Pai, de modo que não mais me vereis; e o julgamento, porque o chefe deste mundo já está condenado. – Palavra da Salvação – Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus: Como dissemos, Jesus nos Evangelhos destes dias está nos falando do Espírito Santo. Para conhecermos melhor a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade, vejamos o que o Catecismo da Igreja fala sobre o Espírito Santo: 243 Antes de sua Páscoa, Jesus anuncia o envio de “outro Paráclito” (Defensor), o Espírito Santo. Em ação desde a criação, depois de ter outrora “falado pelos profetas”, ele estará agora junto dos discípulos e neles, a fim de ensiná-los e conduzi-los “à verdade inteira” (Jo 16,13). O Espírito Santo é assim revelado como outra pessoa divina em relação a Jesus e ao Pai. 244 (…) O Espírito Santo é enviado aos apóstolos e à Igreja tanto pelo Pai (…) como pelo Filho (…), depois que este tiver voltado para junto do Pai. O envio da pessoa do Espírito após a glorificação de Jesus revela em plenitude o mistério da Santíssima Trindade. 245 A fé apostólica no tocante ao Espírito foi confessada pelo segundo Concílio Ecumênico, em 381, em Constantinopla: “Cremos no Espírito Santo, que é Senhor e que dá a vida; ele procede do Pai”. (…) “O Espírito Santo, que é a Terceira Pessoa da Trindade, é Deus, uno e igual ao Pai e ao Filho, da mesma substância e também da mesma natureza… 691 “Espírito Santo”, este é o nome próprio daquele que adoramos e glorificamos com o Pai e o Filho (…) O termo “Espírito” traduz o termo hebraico “Ruah”, o qual, em seu sentido primeiro, significa sopro, ar, vento (…) Por outro lado, Espírito e Santo são atributos divinos comuns às três Pessoas Divinas. Mas ao juntar os dois termos, a Escritura, a Liturgia e a linguagem teológica designam a Pessoa inefável do Espírito Santo, sem equívoco possível com os outros empregos dos termos “espírito” e “santo”. AS DENOMINAÇÕES DO ESPÍRITO SANTO 692 Ao anunciar e prometer a vinda do Espírito Santo, Jesus o denomina o “Paráclito”, que literalmente significa: aquele que é chamado para perto de, advogado (Defensor). “Paráclito” é habitualmente traduzido por “Consolador”, sendo Jesus o primeiro consolador. O próprio Senhor também chama o Espírito Santo de “Espírito de Verdade”. Vamos vendo aqui já a riqueza de significados do Espírito Santo: Vento, Defensor, Consolador, Espírito de Verdade. Vento pois o desejo do Espírito Santo é soprar a verdade para nós e penetrar em todos os cantos da nossa alma. Soprar a verdade: costumamos dizer que nós devemos ouvir as inspirações do Espírito Santo. Sim, o Espírito Santo mora dentro da nossa alma e vai nos inspirando o que devemos fazer em cada momento. Daí a importância de seguir as suas inspirações. Penetrar em todos os cantos da nossa alma: O Espírito Santo quer penetrar em todos os recônditos da nossa alma para que ela se pareça com Jesus Cristo. Que bela tarefa é esta do Espírito Santo! Defensor e Consolador por estar junto de nós ensinando a verdade, Espírito de Verdade, e consolando-nos e defendendo-nos. O Espírito Santo não só quer nos inspirar as nossas ações, como também, como Espírito de Verdade, nos ensinar a verdade, os mistérios de Deus, o bem e o mal, e toda a sabedoria de Deus. E, ao mesmo tempo, fazendo companhia a nós e, por isso, nunca estamos sozinhos. Temos o consolo da sua presença. Também, pela sua presença, temos o consolo de todas as nossas aflições. E Ele nos defende, o Defensor, de todos os ataques do inimigo.

Lição: Buscar uma união maior com o Espírito Santo, estando em estado de graça e secundando às suas inspirações.

ESPÍRITO SANTO: CONHECENDO-O UM POUCO

You may also like

JESUS CRISTO: SEGUI-LO, VALE A PENA
EVANGELHO - Jo 1, 35-42 Naquele tempo: João estava de novo com dois de ...
NATAL: LIÇÃO DE PUREZA
EVANGELHO - Jo 1, 43-51 Naquele tempo, Jesus resolveu partir para a ...
NATAL: LIÇÃO DE MANSIDÃO
EVANGELHO - Jo 1, 29-34 Naquele tempo: João viu Jesus aproximar-se ...
NATAL: LIÇÃO DE CUMPRIMENTO DA VONTADE DE DEUS
EVANGELHO - Jo 1, 19-28 Este foi o testemunho de João, quando os ...
SÃO JOÃO APÓSTOLO E EVANGELISTA: CRESCER NO AMOR A JESUS
EVANGELHO - Jo 20, 2-8 No primeiro dia da semana, Maria Madalena saiu ...
NATAL: PRESENÇA DE JESUS NA EUCARISTIA
EVANGELHO - Jo 1, 1-18 No princípio era a Palavra, e a Palavra estava ...
ALEGRIA: ESTAR COM DEUS, NATAL
EVANGELHO - Jo 1, 6-8.19-28 Surgiu um homem enviado por Deus; Seu nome ...
NOSSA SENHORA: FESTA DE APARECIDA, PRINCESA ISABEL
EVANGELHO - Jo 2, 1-11 Naquele tempo: Houve um casamento em Caná da ...
SÃO MIGUEL, SÃO GABRIEL E SÃO RAFAEL: TRÊS GRANDES ARCANJOS
EVANGELHO - Jo 1, 47-51 Naquele tempo, Jesus viu Natanael que vinha ...
NOSSA SENHORA: NOSSA SENHORA DAS DORES, LÁGRIMAS
EVANGELHO - Jo 19, 25-27 Naquele tempo: Perto da cruz de Jesus, ...

Page 1 of 13

Rolar para o topo