CASTIDADE: NOS PENSAMENTOS

EVANGELHO (Mt 5, 27-32)

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
“Ouvistes o que foi dito: Não cometerás adultério”. Eu, porém, vos digo: Todo aquele que olhar para uma mulher, com o desejo de possuí-la, já cometeu adultério com ela no seu coração. Se o teu olho direito é para ti ocasião de pecado, arranca-o e joga-o para longe de ti! De fato, é melhor perder um de teus membros, do que todo o teu corpo ser jogado no inferno. Se a tua mão direita é para ti ocasião de pecado, corta-a e joga-a para longe de ti! De fato, é melhor perder um dos teus membros, do que todo o teu corpo ir para o inferno. Foi dito também: “Quem se divorciar de sua mulher, dê-lhe uma certidão de divórcio”. Eu, porém, vos digo: Todo aquele que se divorcia de sua mulher, a não ser por motivo de união irregular, faz com que ela se torne adúltera; e quem se casa com a mulher divorciada comete adultério”
– Palavra da Salvação
– Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus:
Assim como no Evangelho de ontem Jesus vai falar da caridade, no Evangelho de hoje, seguindo seus ensinamentos no Monte das Bem-Aventuranças, falará do sexto e nono mandamentos levando-os à perfeição.

O sexto e o nono mandamentos estão relacionados com a virtude da castidade, com a pureza do corpo e do coração. Unem-se a esta bem-aventurança: “Bem-aventurados os puros de coração porque verão a Deus”.

O sexto e o nono mandamentos estão relacionados com a sexualidade, com o uso ordenado da sexualidade.

Como lemos no livro do Gênesis, Adão e Eva, antes do pecado original estavam nus. Isto significa que eles olhavam uns aos outros de modo puro, sem olhar o outro de maneira egoísta, como objeto de prazer. Quando Adão olhava para Eva, todo o seu desejo era de dar a vida por ela, respeitando-a em todo o seu ser. Nada fazia Adão ir na contramão do amor, ser egoísta e buscar o seu próprio prazer vendo Eva como objeto. Todo o modo de se relacionar com Eva era expressão do amor. O mesmo acontecia com Eva ao olhar Adão.

O pecado original, distorcendo a nossa natureza, faz com que, se não lutarmos, vejamos as pessoas do outro sexo como objetos de prazer, sendo uma afronta contra a dignidade da pessoa humana, pois nenhum ser humano pode ser visto ou tratado como objeto. E ver como objeto é um ato egoísta que é o oposto do amor. Ou seja, é um ato que destrói o amor. Por isso, Deus prescreve o sexto e o nono mandamentos, pois o caminho do bem é o caminho do amor e o caminho do mal é sair deste caminho.

No Antigo Testamento, como o povo que Deus estava formando ainda era muito rude, Deus não podia exigir a perfeição do amor. Então o sexto e o nono mandamentos se referiam mais a ações externas: adultério, ter relações antes do casamento etc. Deus elevará à perfeição este mandamento falando agora de ações internas, falando do coração. Ou seja, mesmo que seja só por pensamento, eu também me desvio do caminho. Por isso Jesus dirá: “Ouvistes o que foi dito: Não cometerás adultério”. Eu, porém, vos digo: Todo aquele que olhar para uma mulher, com o desejo de possuí-la, já cometeu adultério com ela no seu coração”. Antes Deus falava da ação externa, cometer adultério. Agora fala do olhar, do desejo, que são ações internas.

Em seguida fala da gravidade deste pecado dizendo-nos para arrancar para fora o que nos leva a pecar: os olhos, as mãos etc.

Jesus afirma também continuar vigente as ações externas e, neste Evangelho, condena o adultério e como Jesus traz a plenitude da Lei, ela sempre será válida.

Onde muitas pessoas se perdem? No sexto e nono mandamentos. Por quê? Porque o prazer da sexualidade é muito forte. Então muitos vão dar vazão a este prazer, incapacitando-se cada vez mais ao amor, ao verdadeiro amor, ao amor puro, sem egoísmo, onde todo ele é doação.

Que os pais tomem cuidado com os filhos, pois sem que os pais percebam os filhos podem estar viciados em pornografia e outros atos impuros. O acesso a sites pornográficos é cada vez maior e os números são assustadores.

Lição: Jesus quer a nossa felicidade, quer que caminhemos na estrada do amor e do bem. Por isso fala claramente como no Evangelho de hoje do mal da impureza. Lutemos, com a graça de Deus, para sermos cada dia mais puros de corpo e de coração.

CASTIDADE: NOS PENSAMENTOS

You may also like

SANTÍSSIMA TRINDADE: AMAR CADA UMA DAS TRÊS PESSOAS
EVANGELHO - Mt 28, 16-20 Os onze discípulos foram para a Galileia, ...
NOSSA SENHORA: DOR DIANTE DO SEU FILHO MORTO
EVANGELHO - Mt 28, 1-10 Depois do sábado, ao amanhecer do primeiro dia ...
CONFISSÃO: MELHOR PREPARAÇÃO PARA A PÁSCOA
EVANGELHO - Mt 26, 14-25 Naquele tempo: Um dos doze discípulos, ...
DOMINGO DE RAMOS: COMEÇA A SEMANA
EVANGELHO – Mt 26, 14 – 27,66 Hoje o Evangelho é bastante longo, pois ...
SÃO JOSÉ: NOSSO PAI, SUA SANTIDADE
EVANGELHO – Mt 1, 16.18-21.24a Jacó gerou José, o esposo de Maria, da ...
PERDÃO: CAMINHOS PARA ELE
EVANGELHO - Mt 18, 21-35 Naquele tempo: Pedro aproximou-se de Jesus e ...
SALVAÇÃO: DOLOROSO APELO DE JESUS
EVANGELHO - Mt 21, 33-43.45-46 Naquele tempo, dirigindo-se Jesus aos ...
CARIDADE: SERVIR; QUARESMA
EVANGELHO - Mt 20, 17-28 Naquele tempo: Enquanto Jesus subia para ...
PECADO: LUTA CONTRA A SOBERBA; QUARESMA
EVANGELHO - Mt 23, 1-12 Naquele tempo: Jesus falou às multidões e a ...
CARIDADE: AMAR OS INIMIGOS; CONVERSÃO DA QUARESMA
EVANGELHO - Mt 5, 43-48 Naquele tempo, disse Jesus aos seus ...
Page 1 of 22
Rolar para o topo