APOSTOLADO: COMO FAZÊ-LO (II)

EVANGELHO – Mt 10, 16-23

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Eis que eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, portanto, prudentes como as serpentes e simples como as pombas.
Cuidado com os homens, porque eles vos entregarão aos tribunais e vos açoitarão nas suas sinagogas. Vós sereis levados diante de governadores e reis, por minha causa, para dar testemunho diante deles e das nações. Quando vos entregarem, não fiqueis preocupados como falar ou o que dizer. Então naquele momento vos será indicado o que deveis dizer. Com efeito, não sereis vós que havereis de falar, mas sim o Espírito do vosso Pai é que falará através de vós. O irmão entregará à morte o próprio irmão; o pai entregará o filho; os filhos se levantarão contra seus pais, e os matarão.
Vós sereis odiados por todos, por causa do meu nome. Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo. Quando vos perseguirem numa cidade, fugi para outra. Em verdade vos digo, vós não acabareis de percorrer as cidades de Israel, antes que venha o Filho do Homem.
– Palavra da Salvação
– Glória a vós, Senhor

Olhar para Jesus:
No Evangelho de hoje Jesus profetiza o que o que acontecerá com os Apóstolos quando passarem a pregar o Evangelho depois da sua subida aos Céus e o que acontecerá com muitos cristãos ao longo da história, sendo perseguidos por defenderem a fé.

Assim como Jesus também foi perseguido, torturado e condenado à morte, também os seus seguidores em algumas ocasiões passarão por tudo isso. De alguma maneira, todos nós somos perseguidos por seguirmos os ensinamentos de Cristo, pois as máximas do mundo não são as máximas de Nosso Senhor.

Continuemos falando das qualidades do apostolado:

5ª. Qualidade: individualmente. Apesar de que Cristo irá evangelizar falando às multidões, Deus não pede isto para quem vive no meio do mundo com uma vida normal no seio da sua família, no seu trabalho cotidiano. O normal será aproveitar a circunstância de um almoço, de um café, de uma festa de família onde estamos conversando individualmente com alguém. Assim também podemos ir ao encontro das necessidades do coração de quem estamos conversando. Onde também podemos abrir a nossa intimidade. Assim fez Jesus com a samaritana. Algumas vezes quando estivermos num bate-papo com amigos ou parentes, pode ser que comecem a falar de temas religiosos ou que são contrários aos ensinamentos de Cristo e tenhamos que falar alguma coisa. Minha sugestão é afirmar a verdade nessas horas, mas de uma maneira serena, equilibrada, sem ferir ninguém, como se Jesus estivesse no nosso lugar. O melhor é sempre falar individualmente com as pessoas num clima de respeito e confiança.

6ª. Qualidade: com naturalidade. Jesus não chegou para a samaritana perguntando se ela acreditava em Deus. Foi conduzindo a conversa com toda a naturalidade. Muitas vezes será uma conversa normal de amigos, onde o amigo ou a amiga, contará suas preocupações e suas alegrias. E o que será natural nesta hora? Se fala sobre alguma preocupação, não é normal perguntar se ela tem rezado por aquilo? E, se diz que não está rezando muito, logo pensamos em alguma oração que lhe irá ajudar e numa primeira oportunidade a enviamos. E se conta uma alegria, não é normal exclamar: “graças a Deus”!? E podemos emendar: “como Deus é bom, quantas coisas boas Ele nos dá”! Assim vamos colocando Deus nesta conversa com toda naturalidade.

7ª. Qualidade: de modo positivo e atraente. Há pessoas que pensam que falar de Deus para as pessoas é falar que elas vão se condenar, que elas vão para o inferno se não se converterem. Sempre o melhor é atraí-las para Deus, pois Deus é sumamente atraente. Uma vez dizia um sacerdote que devemos falar de Deus e das coisas de Deus como se disséssemos a alguém se gostaria de tomar um sorvete de chocolate, com calda de caramelo, com um pouco de granola, com chantili por cima, com… e aí a pessoa não resiste e diz: eu quero!!! Assim fez Jesus com a samaritana falando da água viva, da água que quem beber nunca mais terá sede, da água que é uma fonte que salta para a vida eterna.

8ª. Qualidade: não começar por temas polêmicos. Nunca vale a pena querer aproximar alguém de Deus começando por abordar os temas polêmicos. Mais vale, como se diz, ir pelas beiradas. Para começar é sempre bom animar as pessoas a rezarem, a lerem um bom livro do interesse delas, a assistir um vídeo interessante etc. Se as pessoas vão se abrindo para Deus, chegará uma hora em que aqueles temas polêmicos serão compreendidos com naturalidade.

9ª. Qualidade: dar continuidade. Uma vez que um amigo, uma amiga, se abriu para Deus, é preciso continuar ajudando-o ou ajudando-a a se aproximar cada vez mais de Deus, até colocá-lo em primeiro lugar na sua vida. Podemos pensar que todos nós estamos subindo uma imensa escadaria que vai até o Céu e cada um de nós está num patamar. E todos nós podemos subir o próximo degrau. O que temos que fazer é ajudar os nossos amigos a subir um degrau após o outro. Uma vez que colocaram Deus em primeiro lugar, temos que ajudá-los a continuar subindo até serem santos. Para ajudá-los neste caminho será interessante em algum momento propor-lhes a direção espiritual com um sacerdote, fazer um retiro espiritual etc.

Lição: Não há tarefa maior aqui na terra do que ajudar as pessoas a irem para o Céu. E esta tarefa não é uma escolha, é uma obrigação. Uma vez que descobrimos a Deus, encontramos Jesus, o Caminho, a Verdade e a Vida, temos obrigação de ajudar as pessoas a encontrarem a Deus, pois todos nós fomos feitos para Ele. Por isso dizia São Paulo: “ai de mim se não evangelizar”, pois Deus nos pedirá contas desta responsabilidade.

APOSTOLADO: COMO FAZÊ-LO (II)

You may also like

SÃO BARNABÉ: SEGUIR SEU EXEMPLO
EVANGELHO - Mt 10, 7-13 Naquele tempo, disse Jesus aos seus ...
SÃO JOSEMARIA: SUA MENSAGEM TRANSFORMADORA (8) – O QUE É A SANTIDADE
EVANGELHO - Mt 5, 1-12 Naquele tempo: Vendo Jesus as multidões, subiu ...
SANTÍSSIMA TRINDADE: AMAR CADA UMA DAS TRÊS PESSOAS
EVANGELHO - Mt 28, 16-20 Os onze discípulos foram para a Galileia, ...
NOSSA SENHORA: DOR DIANTE DO SEU FILHO MORTO
EVANGELHO - Mt 28, 1-10 Depois do sábado, ao amanhecer do primeiro dia ...
CONFISSÃO: MELHOR PREPARAÇÃO PARA A PÁSCOA
EVANGELHO - Mt 26, 14-25 Naquele tempo: Um dos doze discípulos, ...
DOMINGO DE RAMOS: COMEÇA A SEMANA
EVANGELHO – Mt 26, 14 – 27,66 Hoje o Evangelho é bastante longo, pois ...
SÃO JOSÉ: NOSSO PAI, SUA SANTIDADE
EVANGELHO – Mt 1, 16.18-21.24a Jacó gerou José, o esposo de Maria, da ...
PERDÃO: CAMINHOS PARA ELE
EVANGELHO - Mt 18, 21-35 Naquele tempo: Pedro aproximou-se de Jesus e ...
SALVAÇÃO: DOLOROSO APELO DE JESUS
EVANGELHO - Mt 21, 33-43.45-46 Naquele tempo, dirigindo-se Jesus aos ...
Page 1 of 23
Rolar para o topo